25 de março de 2010

Luar da vida




No mais recôndito lugar da alma
Adormece a noite, tão cansada
De ventos soprados à toa
Na proa de um corpo que é vaga
Vaga de um rio ou de um mar
Nascente solitária e errante
Que a lua desnuda, brilhante
Amando-a assim, devagar
Esculpido o sonho sereno
Em seixos e beijos e margens
Inventa a noite, as viagens
Na íris parda, momento
Em que o olhar e o sofrimento
Transformam a vida em luar



Foto de Felisberto Magalhães

16 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Quando a vida se transforma em luar os sentidos tornam-se brilhantes e a alam errante em viagens por margens inventadas... devagar... porque só devagar o sonho sereno pode transformar a vida em ... Luar!!!

Ana Martins disse...

Soberbamente belo!!!!

Uma escolha perfeita Maria João.

Beijinhos,
Ana Martins

Mar Arável disse...

É preciso recriar a vida

Ningém nasce para sofrer

Nova Civilização disse...

Amiga,

estamos sempre a procurar, a desvendar os momentos que nos preencham a alma a reluzir a sua beleza... transformada por um luar!

Obrigada por mais uma bela poesia. Amei!,

beijinhos no coração,

Gisele

. intemporal . disse...

.

. maria joão .

. clap . clap . clap . clap . clap .

. !!! bel.íssima a sua poesia .

. "Amando-a assim, devagar" .

.

. é hoje o ar e o mar .

.

. saio . rendido .

.

. um beijo . bom fim.de.semana .

.

. paulo .

Sandra disse...

BOA TARDE!!!!

SÓ vc é capaz de preenceher todo o meu coração Virtual.
Muito obrigada pela visita.
Retribuir é um ato de Amor.
Por isso venho te dizer que que sou muito feliz Com os seus comentários E CARINHOS POR LÁ REGISTRADOS.
Curiosa e demais blogs, só tem é agradecer pela sua imensa amizade. Construimos juntos este laço de Amizades, de Carinho e Afeto E SINCERIDADE.MUITO VERDADEIRA.
Sou feliz com a sua companhia e afeto. As vezes demoramos, PARA VISITAR, mas contra a nossa vontade. Porque a vida Real. é intensa. Não podemos fugir dela.
Deixo um grande carinho e um forte abraço, cheio de Luz e Paz.
Quando vim na curiosa, passe pela interação de amigos e tome o seu cafezinho..
Agradeço imensamente o seu Amor..
Tenha um lindo Final de Semana.
Carinhosamente,
Sandra

Não esqueço..Posso demorar..mas venho..VOCÊ MORA DENTRO DO MEU CORAÇÃO.NÃO NO LADO..MAS SIM BEM NO MEIO DELE.

Mariazita disse...

Maria João
Para não me esquecer :) vou começar por referir a foto, que é maravilhosa! O fotógrafo foi muito feliz na "tomada" que fez.
Está de parabéns!

O teu poema...é de uma beleza ímpar.
Sabes que por vezes me pergunto:
Porque é que nasci com (algum) jeito para escrever, e não sei fazer poemas, já que gosto tanto de poesia???
Sabes a resposta? Se souberes, diz-me :)

Bom fim de semana.

Beijinhos

Cris Tarcia disse...

Maria João que lindo poema, e a música maravilhosa

Beijos querida amiga

Virgínia do Carmo disse...

A suave cadência das palavras embala, ternamente, os sentidos! Muito bonito!

Beijinhos...

Vieira Calado disse...

No fundo...

transformar a vida num sonho!

Oxalá um sonho de vida

daquela que temos!


beijoca

Sonia Schmorantz disse...

Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos. 
Nem tão longe e nem tão perto. 
Na medida mais precisa que eu puder. 
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida, 
Da maneira mais discreta que eu souber. 
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar. 
Sem forçar tua vontade. 
Sem falar, quando for hora de calar. 
E sem calar, quando for hora de falar. 
Nem ausente, nem presente por demais. 
Simplesmente, calmamente, ser-te paz. 
É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender! 
E por isso eu te suplico paciência. 
Vou encher este teu rosto de lembranças, 
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...
Fernando Pessoa

Um domingo de paz e amor junto aos seus!
abraço

Rosa Carioca disse...

Quando leio teus poemas, sinto uma delicadeza, uma leveza... Não sei traduzir em palavras, apenas que gosto imenso.

Silvana Nunes .'. disse...

Belo jogo de palavras. Parabéns.
Passando para dar uma espiada nas novidades e para me desculpar da ausência - estou sem computador, dependendo de lanhouse, coisa que detesto fazer.
Então, já preparou a sua pegadinha? O dia 1º de abril está chegando.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma boa semana para você.
Beijo grande.
Saudações Educacionais !
http://www.silnunesprof.blogspot.com

A.S. disse...

Maria João,

Gostei do teu poema. Tanto!
Transformar a vida em luar é uma imagem poética divina!


BeijOOO
AL

SILÊNCIO CULPADO disse...

Maria João

Uma poesia cheia de beleza e esperança "em que o olhar e o sofrimento/transformam a vida em luar".

Vale a pena escrever assim.


Abraço e Boa Páscoa

antonio - o implume disse...

A noite encontra por vezes esse leito na nossa alma.