26 de dezembro de 2009

Às vezes...



Às vezes…
Rasga-se esta vontade inquieta, permanente e fria
De desfazer em poeira a dolência dos dias
De reduzir a noite à preposição mais clara
De sorver da alma um hálito novo

Às vezes…
Embriagam-se os passos dementes
E no fio que me escreve apreso a vontade
Esta infame e impensada agonia
De querer que o presente se transforme em saudade

Às vezes…
Tudo é menor que a lua que brilha
E nem lagos nem fontes saciam o nada
De ser e não ter a verdade incomum
De ficar adiada no tempo, perdida e achada…

Às vezes

16 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Às vezes a saudade e o presente cruzam-se nas curvas planas do tempo... e chegam como pedaços inquietos porque nada se perde no tempo, apenas a onda do mar às vezes rebenta em diagonal à praia... às vezes a saudade e o presente confundem-se...

Nova Civilização disse...

Amiga,

as vezes a saudade nos bate a porta e nos convida novamente a relembrar. A trazer lembranças boas ou ruins, mas lembranças. Com elas ficamos a imaginar como seria ou como já foi! eu gosto da saudade... não uma saudade sentida, doída. Mas uma saudade que marca e que deixa rastro de esperanças, que nos coloca frente a frente do que já fomos e que sempre há o momento de nos tornamos melhores, pela saudade do que já foi!

beijinhos no coração,

Gisele.

Sonia Schmorantz disse...

As vezes a vida também é boa, e é bom também fazer a faxina, entrar um novo ano mais leve, levar junto só o que foi bom.
Uma linda semana de preparação!
beijo

Talita Prates disse...

Às vezes?
Tão sempre!

Linda reflexão.

Bjo.

:)

AFRICA EM POESIA disse...

M.JÕAO

Um novo ano se aproxima
Eu siga amanhã para Málaga passar o fim de ano e descansar...
Levo o prtátil para vos ler...

Gosto muito de ti...

Feliz Ano NOVO
Do meu livro Magia de Natal deixo



Mais...
...
Mais Inverno
Mais frio
Mais calor
Mais ódio
Mais amor
....
Mais...
......
Mais o quê?
Mais união
Mais respeito
Mais transparência
Mais igualdade
E então..
...........
Teremos a certeza...
Que chegou o Natal!...


Lili laranjo

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Passei para deixar saudações nesta quadra festiva.

Beijinho

Sereia disse...

Bom dia!!!
Adorei o seu blog e sua postagem fantástica...De muito bom gosto.
Um feliz Ano Novo regado de muita paz,muito amor e muitas conquistas para ti e para todos nós.
Um beijo grande.

António Gallobar disse...

Olá amiga Maria João

Maravilhoso poema e não só às vezes...

Obrigada pelas suas palavras e retribuo os votos de boas Festas que o ano de 2010 lhe traga tudo de bom.

Feliz 2010
Beijinho
António Gallobar

Meg disse...

Maria João,

Ás vezes... tantas vezes!
Mais um belíssimo poema, este...
Belíssimo mesmo, não é força de expressão. Gostei muito e vou levá-lo comigo.

Tem um ANO NOVO MUITO FELIZ!

Beijinho

Daniel Costa disse...

Maria João

"ÁS VEZES", é sempre um um poema interessante e bastante profundo.
Gostei muito e reli com plena satisfação, porque aprecio bons poemas.
Beijos
Daniel

Alexandra disse...

A inquietude da alma pintada com mestria em tela de seda... adorei!

Beijinho enorme, Maria João.

A.S. disse...

Maria João,

Às vezes...
Basta um olhar,
um gesto,
um sorriso,
uma palavra...
E tudo acontece como por encanto!


Beijos!
AL

Suh disse...

As vezes nada!
As vezes tudo!

"Poema de uma magnificência imensa"!
Lindo demais!

Beijos da amiga
Suh ;)

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga Maria João

Mas não é às vezes que tu fazes excelente poesia.
É tão frequente isso acontecer que já não tenho palavras para me referir ao que escreves.
Este poema é soberbo. Ainda bem que te achei (creio que este ano), mas não adiada no tempo, nem perdida...
Querida amiga, desejo-te as maiores felicidades para o novo ano que se aproxima.
Beijos.

Mariazita disse...

Amiga
Dizer o quê???
Parece que tudo já foi dito pelos comentadores anteriores.
Pois em vez de dizer que "este poema é muito bonito", que "é bonito como sempre", etc., etc., etc..., vou classificá-lo assim:
Poema de enorme qualidade!

Que 2010 concretize os teus desejos (se não todos, pelo menos a maioria).

Beijinhos e todo o meu carinho
Mariazita

. intemporal . disse...

.

. com amizade,,, .

. desejo um ano de 2____0____1____0 .

. a ser o ventre da serenidade .





. sempre,,, .




. paulo .

.