5 de novembro de 2013

Caminho seguro




Afago os teus passos
e levas-me ao tempo em que os dias não morriam
apenas descansavam nos teus braços
e a noite era o tempo de sonhar com mais caminho.



5 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Não há dias bons que não tenham retorno. Eles, ou o sonho!

Jorge disse...

É sempre bom caminhar, nem que seja com algum "desacerto". A sua música também é uma boa companhia.
Saudações,
J

Bergilde disse...

Palavras que dão vida a sentimentos que sussurram ao infinito.Grande abraço poetisa e bom dia!

Lídia Borges disse...


Do andado, a experiência que permite alisar o caminho por percorrer.

Um beijo

heretico disse...

insaciáveis os passos que se guardam...

muito belo.

beijo