22 de outubro de 2012





Levo os olhos até ao fundo do mar
volto já
vou à procura do céu 
que existia na minha boca.



" Girl in the sea" - Denis Nunez Rodriguez

18 comentários:

Brígida Luz disse...

Ainda assim, há sempre
a sintonia
de "Pequenos Detalhes"
a perfumarem os dias;

a claridade do verso
a atravessar
o tempo suspenso
das esperas.

Beijinho, Maria João.
Boa semana

Filoxera disse...

Até já, amiga.
Espero-te bem.
Beijos.

Olívia disse...


Tudo tão perto, até o mais longínquo.

Beijo meu

Mar Arável disse...

Fosse-me possível

e lá estaria

Bjs

Hanaé Pais disse...

Adorei a imagem, recordei a minha infancia.
Ficava assim, sentada, parada, a observar o mar...

BRANCAMAR disse...

Como te compreendo Maria João.
O céu está aí mesmo, na tua boca, nos teus olhos e no fundo do mar. Nesse reflexo da menina que sempre existe no fundo dos corações bons. Tudo o resto é efémero, é apenas uma passagem. Nenhum aplauso ou palco substitui a verdade de nós mesmos, os afectos eternos que cultivamos nos chãos da nossa vida. Verás que no silêncio da tua alma tudo faz sentido e nada mais é preciso.
E o resto, o que é verdadeiro estará sempre lá, no momento oportuno, nunca nos foge.

Beijinhos

sérgio figueiredo disse...

a minha ausência na blogosfera foi exageradamente grande, mas a saudade de escrever e do amigos foi superior. não olhei para trás e regressei.

Maria João
o teu post é aquilo a que sempre me habituaste... a Grandeza da Poesia que há em ti e com poucas palavras, o muito que expressas revelando o teu "ser".
estou certo que o vais encontrar...!!

bj...nho

AC disse...

De pausas todos carecemos, principalmente daquelas que implicam buscas.
Até já.

Beijo :)

Antonio Gallobar disse...

Olá amiga Maria João

Depois de tanto caminho percorrido, nada como uma boa pausa para se regressar fortalecido.

Beijinho

Rosa Carioca disse...

Procuro trazer esse céu para o meu lado...

Luís Coelho disse...

Os nossos olhos podem até passar para lá dos fundos do mar, mas poderão nunca encontrar o céu que sonhamos.

Bela expressão poética.

Vou seguir

Bergilde disse...

O Mar...o mar.Título de um romance que lí há alguns anos,mas que muito tinha a ver com suas palavras.Grande abraço,
Autora do livro -Íris Murdoch

Virgínia do Carmo disse...

Ensinas-me o caminho?

Um beijo enorme, João. Até breve.

Rosario disse...

volta depressa. sempre... a vida é essa procura, que tão bem sabes (d)escrever.

beijo, querida amiga

Rosarinho

Maria João Brito de Sousa disse...

Tantas vezes o faço, esquecida de o dizer... ou incapaz de o dizer assim...

Belíssimo espaço, belíssimos pequenos detalhes!


Abraço,


Maria João (também)

Fê-blue bird disse...

Uma procura que devemos fazer mais vezes.

Adorei tudo aqui.

beijinhos

Mel de Carvalho disse...

voltarei sempre aqui, está certa. cada palavra tua revela o caminho do Homem e o respeito pela vida em todas as suas dimensões. e isso, minha amiga, "já é tanto"...

beijo
Mel

A.S. disse...

Tão simples, tão belo, tão comovente!... Adorei!


um beijo!
AL