1 de junho de 2012

Pelo brilho dos teus olhos




Antes que as tuas mãos se encham de medo
Neste lago imenso de águas inertes
E de lodo negro assente no fundo
Antes que o dia deixe de ser dia
Num mundo a deixar de ser mundo
Abençoada seja toda a promessa que se cumpra
Só pelos teus olhos
Só pelo brilho dos teus olhos
Pelo nenúfar a crescer-te nas pupilas.



Pintura: " Wish..." - Óleo sobre tela de  Iman Maleki

12 comentários:

Hanaé Pais disse...

Wish = Que toda a promessa se cumpra!

rosa-branca disse...

Abençoada sejas criança, que o consegues ser, ainda que as nuvens teimem em colorir o céu de cinza.

Só pelo brilho dos teus olhos
Pelo nenúfar a crescer-te nas tuas pupilas.

Amei de verdade. Beijos com carinho

Lídia Borges disse...

E numa incerta manhã,
O Sol era, tão só, uma bola de trapos
atravessando os vidros de janelas impossíveis.

Mas, sem que ninguém percebesse como,
surgiu ali, naquele espaço soturno,
uma Criança
E a bola de trapos iluminou-se, ganhou raios, fez-se Sol
e entrou triunfante
nos olhos alegres do menino.

Não serão eles afinal, janelas?
Descoberta inaugural,
auscultação atenta dos campos em redor
onde espera confiante o ressurgimento
de mais viçosos futuros.

Teremos nós o direito de o desiludir?
..................

Lindo, o teu poema e a preocupação implícita.

Um beijo

Mar Arável disse...

Uma ternura

Bjs

Rosa Carioca disse...

Que assim seja!

Rosario disse...

um sentir maior em palavras belas de amor incondicional.

lindo. tudo de bom...

beijinho

Ana Martins disse...

Maria João, boa noite!
"...Num mundo a deixar de ser mundo...", e nós, perdidos num emaranhado de promessas que à partida não se cumprirão. Também temo pelo brilho de tantos olhinhos puros.

Beijinho,
Ana Martins

BRANCAMAR disse...

Querida Maria João,

Que o brilho dos olhos de uma criança ou de todos aqueles que nunca perderam a pureza e o brilho da criança que há dentro deles seja a promessa de um novo mundo...

Beijinhos
Branca

Bergilde disse...

Não podemos perder de vista esse olhar inocente da criança e quem sabe dele também nos deixar guiar.
Abraço carinhoso,bom final de semana!

Filoxera disse...

E eis que os meus olhos brilham, na certeza de que, enquanto houver alguém como tu, enquanto alguém escrever como tu, nunca deixará de ser dia...
:-)
Beijos, amiga.

A.S. disse...

M. João,

Os olhos falam muito mais depressa...


Abraço!
AL

AC disse...

A ternura envolta em esperança...
Obrigado, Maria João!

Beijo :)