3 de maio de 2009

À minha mãe!

Rasgando a vida com determinação
Na humilde sede de existir apenas
Grandes foram as tuas coisas pequenas
Enorme foi o teu coração




A memória de ti é o meu segredo
Tudo o que sou e para onde vou
Tudo o que tenho e de onde venho
A ti o devo!



12 comentários:

Janeca disse...

À TUA MÃE ADÉLIA

Não podia deixar de expressar a minha emoção e o meu espanto, por precisamente ontem dia 2 de Maio ter recordado a TIA ADÉLIA.

Para Ti Tia Adélia que descansas em paz, queria agradecer-te pelo carinho que me deste pela estima que tinhas por mim

Partiste, mas ficaste, pois na minha memória ficará para sempre todos os minutos em que te dedicaste a mim como se de um filho se tratasse.

Não tenho grande habilidade para discursos, mas tenho para expressar o quanto te gostaria de abraçar novamente

Tasmbém para ti mana. Um abraço fraterno

Joaneca

Anónimo disse...

Muita agua corre na vida de um ser humano, por vezes aguas turbulentas por vezes aguas calmas, por vezes seguindo o mesmo sentido por vezes mudando de sentido.
Mas existe algo que e inalteravel em nossas vidas, uma Mae.
Nos altos e baixos Elas estao sempre presente, nao importa o que fomos mas Elas estao ao nosso lado. Sentem a distancia noossa alegria e nossa dor.
Mesmo depois de desaparecerem de junto de nos a forca Delas esta sempre presente.
Neste dia minha amiga, que a forca da nossa amizade esteja contigo.
I love you Janeca.

Anónimo disse...

nao sei que te dizer amiga...mas estou aqui

Mariazita disse...

Lindo, profundo, comovedor!
E também uma linda homenagem.

Feliz Dia da Mãe.

Beijinhos
Mariazita

Vieira Calado disse...

Sentida homenagem.

Beijinhos

SILÊNCIO CULPADO disse...

Maria João

Que lindo poema e quanta força imprime.
Mãe sempre.

Abraço

TaPê disse...

como prometido vim deixar noticias...

adorei o poema esta explendido...

este estagio está a correr bem, e tambem tenho feito por isso...
tive muitas expriencias e muita vontade para aprender...

espero que esteja tudo bem por o s.u.
um abraço enorme e os melhores cumprimentos
joao moura

lili laranjo disse...

Maria João...
Nestes dias há sempre os dois lados da moeda.
a da alegria e a da tristeza...

mas a vida é mesmo assim...


por isso é...vida...


beijos muitos

lili laranjo disse...

MÃE 1:

Queria falar-te
Queria dizer-te tanto...
Mas nada te digo...
E sei que lá...
Onde estiveres...
Sentes as saudades...
E o quanto te quero....

Hoje é o dia da Mãe...
Para mim, sinto-o todos os dias...
Todos os dias me faltas...
E todos os dias te sinto...

Sei que me olhas...
Sei que me vês...
Sei que me queres...
Sei que me proteges...

Neste dia diferente...
Estou aqui...
A mandar-te um beijo...
E a dizer-te ...
As saudades que tenho...



LILI Laranjo

Suh disse...

Mãe...
Esteja ela onde estiver...é nosso anjo da guarda...sempre!
Um beijo estalado.

disse...

À nossa mãe e a ti que sempre me mostras-te como ela foi, o que fazia, o que dizia e como gostava e gosta de mim=)

Obrigada por me teres ajudado a seguir o melhor caminho...és Irmã, Amiga e Mãe....Amo-te do fundo do fundo do coração**

Nilson Barcelli disse...

Este teu poema/homenagem tocou-me.
A tua mãe era muito bonita (a minha também era).
Beijo.