6 de julho de 2012

Procura-se um Amigo



Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor.. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.
Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoa tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.
Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova, quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância. Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.
Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.
Vinícius de Moraes



13 comentários:

Andy disse...

incrivelmente belo! :-)
muito obrigada por esta partilha.

beijinho enorme, amiga!

António Gallobar disse...

Olá Maria João

Que belo texto, fascinante...

Adorei, não conhecia de todo. Grato pela partilha

Beijinho

Lídia Borges disse...

Coisas tão grandes ditas com palavrinhas tão simples! Assim é a Poesia.

Um beijo

Sonhadora disse...

Minha querida

Um belo texto de Vínicius que não conhecia.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Rosa Carioca disse...

Obrigada pela visita e pelas palavras.
Adoro esse texto. Há muito tempo que procurava alguém assim...

AC disse...

Maria João,
Faço uma vénia ao Vinicius, adorava ter escrito este texto.

Beijo :)

BRANCAMAR disse...

Conheci pela primeira vez este texto há muitos anos, pela mão da saudosa Alice Cruz e guardei-o sempre comigo, a tradução tinha ligeiras diferenças, na altura dizia-se que foi uma pessoa que o viu num jornal norte-americano, que se desconhecia o autor. Nos últimos anos tenho-o visto muitas vezes pela internet como sendo de Vinicius de Moraes. Seja como fôr é um dos mais belos hinos à amizade, daquelas que vivi na minha juventude e ainda conservo, mas que vai sendo rara nos tempos de hoje.

Para ti Maria João um abraço de amizade e saudade.
Tenho andado pela vida real.

Beijinhos

Giancarlo disse...

felice inizio settimana...ciao

Hanaé Pais disse...

Temho bons Amigos.
E fui enganada apenas uma vez.
Mas guardo ainda na memória, a Boa Amiga que fui.
Acredito que quem me enganou um dia me diga: Peço perdão, foste a única Amiga que tive, não te mereci, menti-te, fiz-te sofrer, enganei-te, mas ficarás no meu coração pela incondicionalidade do teu legado e por guardares o meu pior segredo, no mais profundo da tua alma.
E apesar de uma desilusão, sou e serei sempre uma incondicional Amiga dos meus verdadeiros e transparentes Amigos.
Daria a vida por eles.

A.S. disse...

Um belissimo texto do Vinicios que eu não conhecia. Grato por tê-lo partilhado Maria João.
Os amigos, são o nosso bem mais precioso!


Um beijinho,
AL

Cris Tarcia disse...

Maria João, que texto lindo! Quem encontra um amigo encontra um tesouro.

Beijos

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Querida Amiga,

Sim, vale a pena viver!

Um beijinho ( de amigo que A segue )


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 11 de Julho de 2012

Dulce disse...

Amiga..és tu, João.
Que maravilha, estas Palavras a um amigo.. beijinho de muita ternura e de muitas saudades para ti..

dulce