18 de fevereiro de 2012

Mutismos


" Girl with a Pearl Earring " de Johannes Verme

Das paisagens que trago comigo, há um campo de malmequeres silvestres de que nunca te falarei.
Sabes, é que as palavras às vezes afastam-nos e eu escolho emudecer de verbos para que me oiças.

Que farias tu no meu campo de malmequeres silvestres?



16 comentários:

Rogério Pereira disse...

Me refrescaria de odores
e apuraria o ouvido
para te escutar
um verbo, um verbo querido

Filoxera disse...

Emudecer para se ser ouvido é, por vezes, a solução...
Beijos.

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Querida Amiga,

Daria o que pudesse no que neles visse ...!

Beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 18 de Fevereiro de 2012

Teresa disse...

O melhor seria partilhar os teus silêncios!
Beijinho.

BRANCAMAR disse...

Sim, Maria João o silêncio é sempre de ouro e preenchido de tudo o que é preciso para que nos ouçam.

Muito belo este texto, muito lúcido e sábio.

Gostei particularmente do final.

Beijinhos
Branca
Branca

ponto e virgula disse...

aconchegava-me no teu silêncio e entregava-me ás palavras que eles, os malmequeres silvestres, verbalizassem aos meus (nossos) ouvidos.

um post de grande sensibilidade!


a...té

Tere Tavares disse...

...nada diria para que continuasses a dizer.

Abraço

Mel de Carvalho disse...

soltava a borboleta que existe nos meus olhos :)

minha amiga, que dizer?
belo, e simplesmente belo.

beijito
Mel

Rosa Carioca disse...

Há sons que só ouvimos no silêncio.

Anna disse...

Abraçava-te...!
Tenho tantas saudades tuas... :)

Beijo

BRANCAMAR disse...

Hoje canto-te e trago-te uma molhada de bem-me-queres, porque hoje é um dia especial e que seja muito feliz.

Beijinhos

Rosário disse...

tão belos os malmequeres que brilham nesse teu campo. são sóis de silêncio em palavras que nos abraçam.

grata, querida amiga.

beijinho enorme

Rosarinho

A.S. disse...

Senti-me voar sobre um campo de malmequeres perseguindo as palavras que se te escapam uma a uma...


Abraços!
AL

AC disse...

:)
Não posso deixar que o sorriso se solte.
Muito belo, Maria João!

Beijo :)

Olívia disse...

É uma pergunta preciosa.
Há chãos que não vale a pena lavrar.

Um beijo

Andy disse...

sentiria o seu subtil perfume e nessa íntima partilha ficaria em silêncio deslumbrando-me com as flores

beijo, Maria João!