20 de dezembro de 2011

O Natal




E eis que se aproxima
assim,
como quem semeia uma luz possível no coração de cada um
e torna mais visível o caminho por onde vamos.





Ft - "O Semeador de Estrelas" - Kaunas, Lituânia

13 comentários:

Ana Martins disse...

Maria João, boa noite!
Festas Felizes com muita saúde, paz e amor, e que 2012 seja o ano de todas as realizações.

Beijinho,
Ana Martins

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Gostei muito das palavras e da imagem que está impressiva.

Feliz Natal!

Lídia Borges disse...

No gesto de semear estrelas na noite, uma dádiva, uma esperança nova na germinação da luz.

Um beijo

Lídia

manuela baptista disse...

e vamos

possível é um Natal Feliz,

Boas Festas, Maria João!

um beijo

manuela

Mar Arável disse...

Tudo pelo melhor

neste Inverno descontente

Bjs

Jaime Latino Ferreira disse...

MARIA JOÃO


Querida Amiga,


Eis que se aproxima assim
e ao aproximar-se digo sim


Beijinhos e, uma vez mais, Boas Festas


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 22 de Dezembro de 2011

Santa Nostalgia disse...

Maria João,
quero retribuir os votos de um Feliz e Santo Natal e, dentro das amarguras económicas que são mais que certas em 2012, desejo um ano tão próspero quanto possível, pelo menos repleto de esperança em dias melhores.

BRANCAMAR disse...

E aproxima-se um dia para estar com a família, para sentir o seu calor e que as estrelas semeadas continuem a iluminar todos os outros dias e as intenções de Natal não se esqueçam no dia 26.

Feliz Natal Maria João e que tudo de bom esteja contigo, sempre.

Beijos
Branca

Carlos Albuquerque disse...

Obrigado, amiga Maria João, de que tenho andado tão afastado, sem razões para o justificar…
O Natal, semeador de uma luz possível?
Sim, talvez…
O Natal só o será quando não mais houver crianças a chorar por um colo e a morrer de fome, como tantas e tantas vi, ao longo da minha vida profissional por paragens onde andei e porque a minha alma nada gostou de viajar. Natal ele só será quando a Humanidade expurgar do seu léxico, e do seu fazer, as palavras guerra, pobreza, inveja, ódio, solidão e crueldade. Bem sei que é pedir muito, mas nunca me canso, não cansarei, de o fazer, enquanto a mente se me não esmaecer, porque a força física, essa, já pouca é.
Desejo, minha Amiga, que a vida em si seja uma eterna Primavera.
Beijinhos.

AC disse...

Tem toda a razão, Maria João, o Natal semeia-se (e o mundo anda bem carecido desse tipo de sementes, diga-se) mas a sua cultura é tão delicada que facilmente é manipulável. Temos, pois, que o cultivar no dia a dia.

Um Feliz Natal!

Andy disse...

Feliz Natal, querida amiga!
beijinhos e abraço!

Linda Simões disse...

Maria João

Eis que chegou o menino para avivar esperanças.

Boas Festas!


Um abraço,


Linda Simões

Rosário disse...

belas palavras sentidas

dias felizes doces quentes. nesta e em todas as épocas

um grande beijinho!